domingo, 30 de agosto de 2009

30 de Agosto - Dia de Luto e Luta dos Educadores e Educadoras do Paraná


Há 21 anos os educadores do Paraná lembram a importante data de 30 de agosto. Em 1988, educadores e educadoreas do Estado do Paraná saíram às ruas para reivindicar o pagamento do piso de três salários mínimos, direito conquistado em outra greve dois anos antes, em 1986. No entanto, o governador do estado Alvaro Dias (então do PMDB) se recusava a cumprir o acordo.
Após chegarem ao Centro Cívico, professores, pais e alunos foram recebidos a cassetetes e bombas de efeito moral. Se não bastassem os cassetetes e as bombas, a cavalaria foi acionada e a violência contra os professores aumentou. A repressão da polícia deixou dezenas de feridos.

Desde então, a data de 30 de agosto passou a ser lembrada como o Dia de Luto e Luta dos Educadores e Educadoras do Paraná. Luto porque Alvaro Dias assassinou o respeito para com os educadores, e Luta porque sempre estaremos lutando em defesa da educação pública. Nesse ano, como o dia 30 foi domingo, as manifestações, os debates e as paralizações serão na segunda-feira, dia 31.


video Uma boa música, na voz de um dos maiores cantores e compositores da Américalatina, Sílvio Rodrigues.

Alvaro Dias é contra os brasileiros


Se não bastasse o que o tucano Fernado Henrique Cardoso fez com as estatais brasileiras (privatizou quase tudo), agora é a vez do Senador Alvaro Dias curvar-se aos interesses do mercado internacional e trabalhar para entregare o Pré-Sal para as multinacionais norteamericanas. O senador, proponente da CPI da Petrobras, contratou uma empresa dos Estados Unidos para trabalhar na CPI. O problema é que os Estados Unidos são os principais interados em ficar com boa parte do petróleo do Pré-Sal, já que suas reservas de petróleo estão praticamente esgotadas.
Outro Senador envolvido na negociata com a empresa americana é Sérgio Guerra, também do PSDB. O curioso é que esse tipo de acordo a Rede Globo não mostra.
A grande mídia prefere mostrar o sensacionalismo do senador Suplicy, mostrando cartão vermelho ao Senador Sarney. Enquanto achamos que o único problema do Brasil é o Sarney, a direita podre e oligárquica brasileira, comandada por Alvaro Dias, articula mais uma ação para entregar as riquezas naturais brasileiras ao capital estrangiero.

"O PRÉ-SAL É O DO POVO BRASILEIRO". O pretóleo do pré-sal pode fazer com que o Brasil seja o quarto país do mundo em reservas de petróleo. Para se ter uma ideia, o Iraque é o terceiro, e os Estados Unidos investiram bilhões de dólares numa guerra, cuja única explicação é ter o domínio das reservas de petróleo daquele país.

Fiquemos atentos...Alvaro Dias é contra a nação brasileira...É a favor da pequena burguesia e do capital estrangeiro.

Alex Dancini